FANDOM


História

Lobo nasceu há 400 anos no planeta Czárnia. Seu nome deriva de um dialeto Khúndio, cujo significado

Lobo RNvGXQ1.jpg

é "aquele que arranca suas tripas e gargalha de alegria com isso". Esse planeta era um modelo de paz na galáxia. Não havia guerras, todos os habitantes viviam em plena harmonia e até a morte era apenas uma opção, haja vista todos serem praticamente imortais, pois viviam centenas de anos e ainda tinham a capacidade nata de criarem clones com uma simples gota de sangue.

Como uma maldição ou um jogo do destino, Lobo era totalmente diferente de seus compatriotas. Mal nasceu, já arrancou os dedos da parteira e assassinou seus médicos. Incontrolável e indestrutível como todo czarniano, até os 18 anos praticou todo tipo de vandalismo e de assassinatos em Czárnia. A História dos czarnianos e seu planeta se encerrou quando Lobo criou um enxame de microscópicos escorpiões voadores, os quais extinguiram toda a vida no planeta, o que fez com que ele se tornasse o último czarniano vivo.

Durante sua vida, Lobo buscou vários empregos os quais fizessem sentido à sua “alma de assassino”, até que resolveu ingressar no ramo dos caçadores de recompensas. A partir de então, passou a matar por dinheiro. Nessa época, se autointitulava "assassino de reis" e "flagelo da galáxia".

Por suas incríveis capacidades foi procurado por todos os tipos de "vilões", os quais o levaram a fechar contratos extremos, às vezes com os seres mais poderosos do universo. Encontrou-se com diversos heróis do espaço e da Terra. Derrotou facilmente o Super-Homem após uma série de bebedeiras. Em uma luta com o Lanterna Verde Gnort, venceu-o com facilidade. A explicação de Lobo ao inimigo vencido foi: "Seu anel funciona à base de força de vontade. Pois ninguém tem mais força de vontade do que eu". "O Maioral", como gosta de ser chamado, também teve encontros com personagens de outras editoras, tais como Máskara, Juiz Dredd e Wolverine (este último, o derrotou em uma luta decidida por voto de leitores, nas páginas da minissérie Marvel vs. DC).

Lobo também foi membro de três grupos de heróis: L.E.G.I.Ã.O., Liga da Justiça e Justiça Jovem. No primeiro, foi obrigado por Vril Dox a trabalhar para sua polícia espacial, após ter sido derrotado em uma luta suja, previamente armada por Dox. Lobo criou centenas de clones de si mesmo, os quais dominaram um planeta. Ele participou do grupo até sua dissolução.

Na Liga da Justiça, Lobo foi membro duas vezes e por um tempo curtíssimo. Na primeira, foi durante uma missão que havia recebido para assassinar os membros do grupo. Fingiu ser amigo para se infiltrar, foi classificado como membro honorário. Tempos depois, participou da Liga da Justiça dos Alienígenas, durante uma saga em que cada membro montou sua própria versão do grupo (essa fora criada pelo Super-homem e pelo Caçador de Marte).

Personalidade

Lobo não tem dó ou piedade de nenhum ser vivo. Os únicos seres do universo com os quais tem apreço - ou algo semelhante a amor - são os golfinhos espaciais, os quais cuida e alimenta como verdadeiros filhos amados. Além dos cães, que o seu código não permite matar. Apesar da falta de moralidade e de não se preocupar com nada nem com ninguém, Lobo possui um código de ética e mantém sua palavra custe o que custar. Se combinar a realização de algo, o fará a qualquer custo, mesmo prejudicado. Isso o colocou em maus lençóis, por exemplo, quando prometeu se juntar a Vril Dox caso o vencesse em uma luta. Apesar de muitas vezes revoltado, nunca voltou atrás em nada que prometeu.

Lobo0.gif

Desenhos animados

Lobo teve participações especiais nos desenhos animados do Super-Homem e da Liga da Justiça. No primeiro, esteve nos episódios “The Main Man”, partes 1 e 2. Curiosamente, “Main Man” é o termo em inglês utilizado por ele, o qual é tradicionalmente traduzido como “Maioral”, mas a dublagem brasileira traduziu, simplesmente, como “Homem Invencível”.

Houve uma pequena aparição na série animada do Super-Homem, no episódio "Warrior Queen", bem ao final.

Na série da Liga, Lobo esteve nas duas partes de “Hereafter” (no Brasil, “Agora e Depois”), na segunda temporada. No episódio ele se autoproclama substituto do herói de Krypton, dado como morto até retornar de sua viagem ao futuro distante.

Em 2012, Lobo participou da série animada Justiça Jovem, na qual enfrenta Batgirl e Moça-Maravilha, no primeiro episódio da segunda temporada, intitulado "Happy New Year"

Poderes e capacidades

Sua força é extremamente alta, capaz de rivalizar com seres poderosos como o Super-Homem. Certa feita deixou o Homem de Aço inconsciente sem grande esforço aparente. Lobo possui um sentido de rastreamento apuradíssimo, o qual permite que encontre qualquer objeto ou pessoa com que teve contato, mesmo que esteja do outro lado do universo. Sua única fraqueza é quanto a gases venenosos. Lobo ainda viaja no vácuo sem necessidade de oxigênio, com uma moto espacial. Sua resistência é altíssima e, definitivamente, não pode ser ferido por meios comuns.

Em Guy Gardner Renasce, Lobo demonstra uma grande resistência ao fogo, quando vários trovejantes a seu lado são incinerados por uma estátua de Sinestro, mas "o Maioral" nada sofreu além de cabelos chamuscados.

Contudo, ele não pode morrer de forma alguma. No gibi Lobo’s Back (Lobo Está Morto), ele é assassinado e sua alma é encaminhada tanto para o Céu quanto para o Inferno. Após várias confusões e muita violência astral, ambos, Céu e Inferno, firmaram um contrato entre eles de nunca mais aceitarem o Lobo. Sua alma será devolvida ao corpo toda a vez que ele morrer e mesmo que só reste uma gota de sangue, sua capacidade regenerativa deverá cuidar para que um novo corpo seja formado a partir do pedaço que sobrou.

Durante a maior parte de sua vida, Lobo literalmente aterrorizava seus adversários apenas com sua presença. Seus oponentes evitavam o confronto, sob pena de cada gota de seu sangue formar outro Lobo. Todavia, essa capacidade foi retirada por Vril Dox após uma saga da L.E.G.I.Ã.O., onde Lobo usou ao máximo seu poder de replicação e tornou-se estéril. Tempos depois, foi descoberto que um dos clones de Lobo havia sobrevivido e se tornado mais inteligente que o próprio Lobo. Em confronto, um dos Lobos ganhou, mas até hoje não se sabe se o original ou o clone. Se o clone venceu, então "o Maioral" ainda poderia ter o poder de replicação. Entretanto, o Lobo foi visto posteriormente tirando um mini-rádio do próprio cérebro. Isso conclui que o Lobo original venceu, pois somente matéria orgânica pode ser reproduzida.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória